BBB 23 traz elenco de peso: Até que ponto vale arriscar sua vida em um reality show?

Até que ponto vale arriscar sua vida em um reality show como o BBB 23? (Foto: Reprodução/Instagram)
Até que ponto vale arriscar sua vida em um reality show como o BBB 23? (Foto: Reprodução/Instagram)

A lista de cotados para o BBB 23 pode trazer o elenco mais famoso de todos os tempos, mas será que vale a pena tanta exposição para carreiras consolidadas?

A espera pelos participantes do BBB 23 tem movimentado a internet nas últimas semanas. Aqui no Movimento Country, já publicamos a lista de sertanejos cotados para a edição deste ano do reality show, mas hoje o meu papo com você, leitor, é bem mais sincero e reflexivo. Afinal de contas, de listas de cotados para o BBB a internet está transbordando.

Analisando os possíveis famosos dessa edição, que devem ser anunciados nos próximos dias, cheguei a conclusão de que esse ano pode trazer o elenco mais conhecido de todas as edições com celebridades. Isso porque, na lista de cotados, temos atores, cantores, influenciadores e famosos no geral muito populares.

Por aqui já falamos sobre alguns dos nomes que podem estar no BBB 23, sendo Wanessa Camargo, que já desmentiu os boatos, o cantor Lucas Lucco, que segundo rumores já teria até assinado o contrato, e Paula Fernandes, que preferiu não se pronunciar (cá entre nós, para não perder a vaga ou sair de mentirosa para os fãs).

O caso de Paula Fernandes pode ser nosso ponto central nesta coluna de hoje. Afinal de contas, o quanto vale arriscar toda sua vida e carreira para entrar no BBB? O quão esse reality show pode ser prejudicial para tudo o que você construiu até aqui? Ou será que é possível dar uma reviravolta em tudo e sair por cima, de barra limpa com o público?

Felizmente – ou infelizmente – já vimos os dois casos no BBB. Gente favorita saindo cancelada, gente cancelada virando queridinha do público e outras infinidades de situações que fazem o jogo ser imprevisível e tão gostoso. Lembram dos sertanejos que já passaram por lá?

Gabi Martins, a primeira sertaneja no BBB, entrou conhecida por um pequeno grupo de pessoas, e conquistou muita gente com seu jeito meigo e carinhoso. Embora aqui fora tenha se envolvido em algumas polêmicas, ela conseguiu uma projeção maior para a sua carreira e saiu bem mais reconhecida pelo público.

O mesmo aconteceu com Rodolffo, que tinha uma carreira consolidada antes do BBB, mas não tão conhecida. Embora tivesse um posicionamento polêmico no game, o cantor sertanejo agradou a maioria e saiu de lá simplesmente com a música mais tocada no Brasil durante todo o ano de 2021. Que glow up!

Naiara Azevedo é a sertaneja mais famosa no BBB, até o momento. Ela fez o caminho inverso: entrou canceladíssima, cheia de polêmicas por causa de um almoço polêmico com Bolsonaro, e saiu revigorada, amada pelo público. Isso certamente abriu novas portas para sua carreira.

Longe dos sertanejos, vamos falar dos cancelados? Karol Conká é o maior exemplo de vida destruída após o BBB. Quer dizer, nem tanto, já que ela hoje retomou o prestígio e inclusive é vista como ícone por uma boa parte da comunidade da internet. Tendo o público memória curta ou não, a mamacita foi extremamente cancelada por seus posicionamentos e precisou até de uma série na Globoplay para limpar sua imagem.

Projota trilhou o mesmo caminho. O rapper, conhecido por suas letras de periferia e vida simples, provou que nem sempre a pessoa é o que canta, e se perdeu no jogo ao se aliar ao grupo errado. O resultado foi um cancelamento e uma das piores rejeições do reality; inclusive, até hoje ele anda meio sumido de premiações, programas de TV e das paradas de sucesso.

Aqui podemos constatar que o destino de cada participante depois do BBB se deve ao que ele apronta lá dentro. Se agrada o público, sai em alta; se desagrada, já era! Então, para as grandes carreiras, o cuidado é redobrado. E isso não significa não fazer nada no jogo, que o público também não gosta. Significa ser real, simpático e saber fazer um jogo interno e externo de qualidade.

O ensinamento que fica é que, no fim, tudo dá certo. Se até Karol Conká conseguiu se refazer após o BBB, não há cancelamento para a vida – mas também não coloco a mão no fogo! O BBB pode até ser uma faca de dois gumes, mas é inegável que é o maior potencializador de carreiras do momento, que pode te jogar lá no alto ou enterrar de vez reputações.

No fim, só dá para saber se arriscando.

Um balanço das carreiras de Lucas Lucco e Paula Fernandes

Lucas Lucco e Paula Fernandes são dois sertanejos que estão praticamente confirmados no BBB 23. E os dois são bastante conhecidos pelo público, com carreiras de sucesso que, ao passar dos anos, acabaram caindo perante o público, o surgimento de novas duplas e cantores e a evolução da música sertaneja.

Paula Fernandes é simplesmente a cantora sertaneja que mais vendeu álbuns na história. Dona de diversos hits até o início da década de 2010, ela tem parcerias internacionais maiores que qualquer outro cantor brasileiro e serviu de referência para grande parte das sertanejas que vieram depois dela. Paula, no entanto, viu sua carreira ser degradada por fake news e boatos a seu respeito. Será que ela é realmente antipática?

Lucas Lucco já é de uma geração mais recente, chegou a competir com Luan Santana, Gusttavo Lima e Cristiano Araújo, mas há alguns anos já não emplaca canções entre as mais ouvidas. Ele é dono do mega hit “Mozão” e tem excelentes músicas em seu currículo, sendo as românticas as melhores – destaque para “Pra te Fazer Lembrar” e “11 Vidas“.

Será que o BBB seria benéfico para ambos? Analisando friamente, a resposta é sim. Obviamente, como já expus ali em cima, tem os contras que essa participação pode causar na carreira de cada um, mas seria interessante vê-los figurar novamente entre os nomes mais famosos e consumidos do Brasil, caso esse balanço seja positivo.

Sendo bem sincero, Lucas e Paula tem carisma de sobra para conquistar o Brasil. Espero que, se toparem entrar no programa, aproveitem essa oportunidade para redimir suas carreiras.

lytics>