Breno Silveira e a comovente relação do cinema com o sertanejo

Cineasta Breno Silveira, falecido recentemente, dirigiu o sertanejo2 Filhos de Francisco” e outros filmes importantes para o cinema nacional

Há quase uma semana, o Brasil perdeu o talentoso cineasta Breno Silveira, de 58 anos, vítima de um infarto enquanto filmava no interior de Pernambuco. Para quem não sabe, o diretor esteve à frente de “2 Filhos de Francisco”, um ícone do cinema nacional e de grande importância para a nossa música sertaneja, uma vez que conta a história dos irmãos Zezé Di Camargo e Luciano, que desde pequenos tiveram no pai, Seu Francisco, o grande incentivador da carreira musical.

O cineasta participou de outras obras importantes pára o cinema brasileiro, como “Eu Tu Eles” (2000), que chegou a ser selecionado para participar da mostra Um Certo Olhar, do Festival de Cannes. Outras produções famosas de Breno Silveira são “Gonzaga: de pai para filho” (de 2012, que conta a história do sanfoneiro Luiz Gonzaga e sua relação conturbada com o filho Gonzaguinha) e “Era uma vez” (2008). Ele também foi produtor associado de “Casseta e Planeta: A taça do mundo é nossa”, de 2003.

No ano passado, Breno Silveira estreou “Dom“, uma ótima série de ficção inspirada nas invasões de prédios feitas por uma gangue liderada pelo “bandido gato”, no Rio de Janeiro. Pedro Machado Lomba Neto, o Pedro Dom, era um jovem de classe média e dependente químico que acabou entrando para o crime. A ideia da série surgiu após o pai de Dom o procurar pedindo que alguém contasse a história do filho por uma ótica diferente das notícias policiais da época.

“2 Filhos de Francisco” foi principal obra de Breno Silveira

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Em 2005, Breno Silveira teve sua estreia como diretor de cinema em “2 Filhos de Francisco”, o filme mais visto daquele ano, com mais de 5 milhões de espectadores. O longa chegou ao posto de maior sucesso de bilheteria do cinema nacional desde a retomada do setor, batendo ”Carandiru”, de Hector Babenco. Em 2017, o filme foi adaptado para um musical de teatro. 

PATROCINADO

“2 Filhos de Francisco” é um drama brasileiro que conta a história dos cantores Zezé di Camargo e Luciano. Lançado em 2005, também retrata o sonho de Seu Francisco Camargo, pai dos artistas, de torna-los grandes músicos de sucesso. O sonho, que parecia impossível para Seu Francisco, teve grandes entraves. Durante a trajetória em busca de reconhecimento para os filhos, o pai dos sertanejos acabou perdendo o filho mais velho, Emival. A tragédia abalou o sonho de toda a família.

O filme de Breno Silveira custou pouco menos de 6 milhões de reais e suas filmagens duraram oito semanas, boa parte delas filmadas em Goiânia. Apenas uma cena incluída na edição final foi rodada no Rio de Janeiro. A história da dupla Zezé Di Camargo e Luciano recebeu mais dez indicações ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, inclusive na categoria de melhor filme. Levou prêmios em quatro categorias.

O drama recebeu, ainda, o prêmio de melhor filme por voto popular em 2006 no “Prêmio Contigo de Cinema“. O ator Ângelo Antônio, que interpretou Seu Francisco, também recebeu o prêmio como melhor ator no filme. “2 Filhos de Francisco” recebeu também a premiação de melhor som e Breno Silveira levou o troféu de melhor diretor no “Prêmio ACIE”.

O filme também foi, à época, escolhido como o representante brasileiro no “Oscar“, principal premiação cinematográfica do mundo. Foi o Movimento Country que teve a honra de dar a notícia em primeira mão a Rommel Marques, então empresário de Zezé Di Camargo e Luciano, que, inclusive, entrou para os créditos do filme como produtor.

Assista ao trailer de “2 Filhos de Francisco”