Sem Eduardo Costa, Leonardo vai investir R$5 milhões em novo DVD “Cabaré”

O show “Cabaré” comandado por Leonardo e que conta com a participação de Bruno e Marrone terá investimento milionário para a produção do novo DVD

Aos 58 anos de idade, o cantor sertanejo Leonardo, que estava programando sua aposentadora, se reinventou ao apostar todas as suas fichas no projeto Cabaré”, criado originalmente por Eduardo Costa.

A turnê que teve início em 2014 se tornou em pouco tempo, um dos shows mais disputados do país, se tornando um dos maiores cachês sertanejos e virando motivo de várias polêmicas.

No entanto, após desentendimentos com Eduardo Costa, o líder e investidor do projeto, Leonardo resolveu dar novos rumos para a sua nova “mina de ouro”. Com cachê avaliado em cerca de R$800 mil reais, o pai de Zé Felipe testou novos formatos no ano passado com a participação de Jorge e Mateus, Gusttavo Lima e Marília Mendonça, a única mulher a participar do projeto.

Mas foi ao lado de Bruno e Marrone que o cantor acreditou que o projeto teria mais chance de acontecer e provou isso na sua mais recente live que aconteceu na noite desta quarta-feira (16) em seu canal oficial do YouTube. Ele provou que acertou em cheio na escolha dos novos parceiros.

Além de anunciar um cruzeiro marítimo, Leonardo vai preparar um novo DVD, e o Movimento Country apurou com exclusividade que os investimentos para o novo álbum devem ultrapassar a marca de R$5 milhões de reais.

A principal ideia é desvincular a imagem forte que Eduardo Costa deixou no projeto, e adaptá-los para os seus novos participantes.

Leia Também:

Parceiros polêmicos sempre rendem repercussão ao “Cabaré”

(Foto: Reprodução Instagram)
(Foto: Reprodução Instagram)

O show criado em 2014 por Eduardo Costa, tinha como principal objetivo criar um ambiente descontraído onde os cantores e a plateia pudesse se divertir, mas desde o início do projeto o show acabou virando alvo de polêmicas, após o público reclamar das piadas machistas que eram contadas durante o show.

“Além das piadas de teor machista e ofensivo, os cantores também postam vídeos nas redes sociais nos quais fazem o mesmo tipo de piadas, e a recepção dos fãs não tem sido tão boa. Todas as críticas feitas citam falta de respeito com as mulheres e desconsideração com as crianças que também admiram o trabalho dos dois.” Revelou a jornalista  Karilayn Areias em sua coluna no jornal “O Dia”

Mas foi durante a realização das lives que ficou mais evidente o tom polêmico do show. Seu papas na língua, Eduardo Costa chegou a declarar que “Transava pensando na filha da Thaeme”, deixando seu parceiro visivelmente constrangido. Foi a gota d’agua para o fim da parceria entre ele e Leonardo.

Mas não pense que com Bruno e Marrone a situação será diferente. Recentemente o cantor Bruno se manifestou contra o reforço da vacina contra a Covid-19 em seu show, causando revolta entre o público presente.