Câncer do cantor João Neto é o mesmo enfrentado por Sorocaba em 2010

Câncer na tireoide preocupa os fãs do artista por estar próximo às cordas vocais, instrumento de trabalho princial de João Neto. Sorocaba passou pela mesma situação

Uma notícia triste pegou os fãs da música sertaneja de surpresa nesta semana após o cantor João Neto, que faz dupla com Frederico, revelar que foi diagnosticado com câncer na tireoide. Os fãs se solidarizaram com a situação do cantor sertanejo e mandaram energias positivas para ele, que irá começar o tratamento em breve e precisará cancelar as próximas datas da sua agenda de shows para poupar esforço das suas cordas vocais.

Em um pronunciamento no Instagram, João Neto disse que descobriu o câncer no dia 23 de dezembro de 2021 e optou por contar aos fãs só agora por causa das euforias de fim de ano: “Eu tô com câncer na tireóide. Vou começar meu tratamento agora lá no Hospital de Câncer de Barretos, vou precisar de fazer uma cirurgia para retirada na glândula e vou precisar ficar um tempo em repouso absoluto, mais quieto, sem poder falar”, contou.

“Recebi o diagnóstico no finalzinho do ano, um momento de festa, de alegria, mas agora eu decidi compartilhar isso com todos vocês, primeiramente porque é uma doença maldita, silenciosa, que não dá sinal nenhum… nunca senti absolutamente nada. Então eu fico alerta para vocês né se cuidarem, fazer sempre os exames de rotina”, disse o cantor em outra parte do vídeo.

Muita gente não sabe, mas o diagnóstico de João Neto é o mesmo que o cantor Sorocaba enfrentou em 2010. O câncer na tireoide afetou o parceiro de Fernando Zor logo nos primeiros anos da sua carreira e parecia ser o final da linha para ele, que ficou com medo do que viria e chegou a preocupar o seu empresário na época, Paulo Pissoloto, que hoje luta para receber a quantia de R$ 20 milhões pela multa contratual após o rompimento do contrato sem consentimento dele.

Leia Também:

Como Sorocaba enfrentou o câncer na tireoide?

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Em uma entrevista exclusiva ao Movimento Country, Paulo Pissoloto, que conseguiu na Justiça os direitos à penhora de um show do artista no Paraná, contou os detalhes que levaram o rompimento do contrato com Sorocaba, além da luta silenciosa do sertanejo contra o câncer na tireoide, enfrentado em 2010.

“O sorocaba, quando foi marcado Barretos (o show), a Ângela (esposa de Paulo) notou que as roupas dele estavam desproporcionais e aí pedimos para ele fazer alguns exames de saúde em São Paulo, e aí quando chegou no último exame deu uma alteração na tireoide”, começa.

“E aí ele teve que fazer a pulsão da tireoide, que é um exame mais detalhado. Na época, ele tinha um aniversário em Londrina e queria ir para o aniversário e deixar o exame para depois. Então pedimos para ele ficar em São Paulo, fazer os exames e depois voltar”, continuou.

“Ele foi, fez o exame, e um dia a gente estava para fazer um show em São Paulo, no hotel, e o Sorocaba veio chorando dizendo que o exame tinha dado positivo e que estava com câncer de tireoide. Abraçamos ele e choramos muito, então eu disse: ‘Sorocaba, eu acredito em um Deus todo-poderoso que deixou a gente chegar até aqui. Temos uma apresentação em Barretos em 2 meses então vamos orar, pedir e clamar que vai curar”.

“O Sorocaba estava preocupado com o câncer na tireoide, porque era próximo das cordas vocais e ficou com medo de ficar sem voz. Acontecido isso, ele fez a cirurgia e nós passamos um momento de angústia, chorando muito, e oramos pela vida dele independente de sua voz, porque a gente amava ele, tinha uma afinidade muito grande como uma família mesmo, muito unida”, contou Paulo.

“Passamos um sofoco, a Ângela tinha que levar o sal iodado nos restaurantes para colocar na comida por causa do tratamento dele. Ele ficou muito abalado, ninguém podia saber, era só a gente que sabia da vida dele, além do Fernando e os familiares”, continua contando sobre a luta do cantor.

“Quando passou essa fase, a gente foi fazer um show (beneficente) para o Hospital de Câncer de Barretos, foi quando ele me causou um espanto ao falar: ‘Bem que esse show poderia ter cachê, né’, e eu falei ‘Como assim cachê? Você acabou de sair de um câncer, a gente está fazendo um show para o hospital do câncer… como você quer que tenha cachê?'”, contou o empresário, já imaginando qual seria o futuro da sociedade dos dois.

Se você quer saber como se deu o rompimento entre Sorocaba e Paulo Pissoloto, clique aqui e leia a matéria.