Cantor morre eletrocutado por guitarra enquanto se preparava para show no RS

O cantor Luyan Lopes, de 24 anos, recebeu descarga elétrica de uma guitarra enquanto fazia a passagem de som e se preparava para o show da sua banda, o Grupo Pankda da Vaneira

O cantor/músico Luyan Lopes de Aguiar morreu neste fim de semana, aos 24 anos, após ser eletrocutado por uma guitarra enquanto se preparava para fazer um show na cidade de São Borja, no Rio Grande do Sul. Luyan era vocalista do Grupo Pankda da Vaneira e fazia a passagem de som quando recebeu a descarga elétrica.

Segundo informações do g1, o cantor e sua banda chegaram ao local do show por volta das 19hs para começarem os preparativos. Os companheiros de banda alegal que Luyan regulou a guitarra e chegou a tocá-la por duas vezes, mas na terceira foi eletrocutado e gritou por ajuda. Desesperados, os músicos desligaram a energia do palco e um dos membros da banda tentou separá-lo da guitarra, mas acabou levando choque.

Os bombeiros e o SAMU foram acionados às pressas e realizaram os procedimentos de reanimação no cantor, mas ele não resistiu e faleceu no palco. A polícia fez a perícia do local e investiga a morte do músico, e será feita uma vistoria no local em que Luyan morreu. Ao g1, Marcelo Gomes, um dos membros da banda, lamentou a morte do amigo: “Luyan era uma pessoa que encantava todo mundo, humilde, respeitador, com sonhos. Deixa muita saudade. Quem conheceu ele, não existe uma pessoa que não goste do Luyan”.

Leia Também:

Cantor sertanejo é preso por agredir esposa em carro

Um cantor sertanejo de 42 anos foi detido na noite da última sexta-feira (11), no município de Serra, no Espírito Santo. A prisão aconteceu após ser denunciado pela esposa, de 33 anos, que o acusou de agressão dentro do carro em movimento enquanto voltavam de uma viagem de Minas Gerais. A identidade do sertanejo não foi divulgada.

Segundo informações do portal Folha Vitória, o casal começou a discutir dentro do carro e o cantor sertanejo teria então agredido a companheira, chegando até a rasgar sua orelha. A vítima usou seu celular ainda no veículo e avisou o irmão sobre o ocorrido, que acionou a polícia. Enquanto passavam pelo posto da Polícia Rodoviária Federal, na cidade onde foi preso, o carro foi abordado por policiais.

O cantor sertanejo teria resistido à prisão e partido pra cima dos policiais, mas foi contido e algemado. Logo após, ele foi levado ao Plantão Especializado da Mulher, onde prestou depoimento e chegou a ameaçar a esposa na frente dos policiais. Após o depoimento, o cantor foi encaminhado ao presídio de Viana, outro município do Espírito Santo.

A equipe da Record TV local apurou que a vítima já havia sido agredida pelo cantor sertanejo, mas acabou retirando a queixa pouco tempo depois. Segundo a polícia, o motivo da agressão teria sido por ciúmes do marido, que não gostou da roupa que a mulher usava. Ele continua preso e sem previsão de soltura.