Após lutar pela vida, cantor sertanejo que teve o corpo queimado sai do hospital

Cantou sertanejo que lutou pela vida após ter 80% do seu corpo queimado, recebe alta hospitalar

O cantor sertanejo Rafael Cavalhery viveu um verdadeiro drama após uma churrasqueira explodir e queimar 80% do seu corpo durante uma apresentação na cidade de São Roque (SP)

O trágico incidente aconteceu quando o artista realizava uma apresentação junto com a amiga Viviane Soares, que também é cantora, durante a festa de uma em um recinto da cidade. O churrasqueiro, estava fazendo lanches de forma voluntária, foi repor o álcool na churrasqueira e o galão explodiu.

Com a explosão, o galão foi arremessado longe atingindo os cantores e o churrasqueiro, além de pessoas que estavam ao lado da churrasqueira. Ambos foram socorridos às pressas e levados até a Santa Casa da cidade, onde passaram pelos procedimentos e curativos.

Rafael que teve queimaduras após a explosão no dia 6 de março, em São Roque (SP), recebeu alta do hospital na tarde do último domingo (3). O cantor sertanejo ficou um mês internado no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS).

Em entrevista a TV TEM, afiliada da Globo na região, Rafael contou que as chamas que o atingiram eram “invisíveis”, já que foram provocadas por álcool. Algumas pessoas acharam que o músico estava brincando quando começou a correr.

Só me viram pulando, arrancando a roupa. A chama do álcool é transparente, entendeu? A hora que eu olhei, assim, vi o churrasqueiro pegando fogo. Olhei para o meu corpo, e já estava coberto. Só lembro de eu sair correndo uns dez, 15 metros, pegando fogo“, declarou o sertanejo

Leia Também:

Cantor sertanejo também teve o corpo queimado em acidente no MS

Em novembro de 2020,  cantor sertanejo Rocha Som, sua esposa Débora Camargo e a irmã foram vítimas de um acidente doméstico trágico após a explosão de uma chapa na cidade de Três Lagoas (MS).

Na ocasião, os três participavam de uma confraternização familiar na casa da mãe de Débora quando o acidente com a chapa aconteceu: “Estávamos com vontade de comer fígado na chapa e após acabar a primeira rodada, fomos colocar álcool para alimentar o fogo foi quando ocorreu uma explosão”, explicou a empresária em uma entrevista à rádio local.

A explosão atingiu o cantor sertanejo, que teve 12% do corpo queimado. Já a esposa e irmã, Marilene Aureliana dos Santos, foram mais atingidas e tiveram queimaduras graves, tendo 35% do corpo atingido e classificando como queimaduras de segundo grau.

Desesperado, Rocha Som pegou o carro e correu para socorrer as vítimas, que foram levados para o Hospital Auxiliadora e, posteriormente, transferidos para a Santa Casa de Campo Grande, onde ainda permanecem internados na ala de queimados.

Apesar das queimaduras graves, nenhum dos atingidos corre risco de vida, mas devem ficar com sequelas e cicatrizes. Débora e Marilene devem ficar internadas por mais 30 dias, enquanto o cantor sertanejo, que sofreu queimaduras mais leves nas pernas e rosto, deve ficar em tratamento no hospital por cerca de 10 dias.