Entenda o processo em que o Empresário pode tirar R$ 1,8 milhões da herança de Marília Mendonça

Entenda o processo em que Empresário pode tirar R$ 1,8 milhões da herança de Marília Mendonça (Foto: Divulgação)
Entenda o processo em que Empresário pode tirar R$ 1,8 milhões da herança de Marília Mendonça (Foto: Divulgação)

Entenda a disputa judicial envolvendo Marília Mendonça e o empresário Pedro Barbosa, que pode ir adiante da condenação e dar prejuízo de R$ 1,8 milhões na sua herança

A herança de Marília Mendonça é motivo de especulação desde sua morte e, segundo fontes, está avaliada em cerca de R$ 500 milhões, que ficaria para o seu filho Léo. No entanto, uma disputa judicial divulgada nos últimos dias pode fazer sua família perder uma parte do valor, já que a cantora foi condenada a pagar indenização a um empresário.

A disputa vem sendo travada na Justiça desde 2017, quando o empresário Pedro Barbosa dos Santos moveu uma ação judicial contra Marília Mendonça após a cantora vender 6 músicas para a dupla Mauro e Felipe, agenciada pelo empresário, mas acabar negociando essas mesmas músicas com outros artistas, depois de já estarem vendidas.

Devido às negociações das músicas que já tinham sido compradas, o empresário decidiu entrar na Justiça alegando “inutilidade das letras musicais”. Para compensar a dupla, Marília Mendonça escreveu outras 6 músicas, mas a negociação travou. Em setembro de 2021, a cantora apresentou um recurso, adiando o desfecho.

Com o recurso de Marília, a Justiça acabou adiando a decisão, que ficou para janeiro de 2022, que foi quando a Justiça tomou a sua decisão e condenou Marília Mendonça a pagar indenização ao empresário, sendo de R$ 60 mil por música, ou seja, um total de R$ 360 mil.

Apesar de já ter ganhado o valor, que será retirado da herança de Marília Mendonça, correm informações de que o empresário estaria pedindo R$ 300 mil por música, e não os R$ 60 mil que recebeu. Quando à isso, Pedro Barbosa deve entrar com um novo recurso na Justiça para o juiz analisar o pedido. Caso o juiz acate o valor da indenização pedida, a família de Marília Mendonça, que está responsável pelas decisões tomadas em nome da cantora, teria que pagar o montante de R$ 1,8 milhões, equivalente às 6 músicas envolvidas no processo.

Marília Mendonça se sentia ameaçada por ex-empresário

(Marília Mendonça | Foto: Reprodução Instagram)
(Marília Mendonça | Foto: Reprodução Instagram)

Segundo novas informações, a situação entre Marília Mendonça e Gabriel Ramalho não vinha nada boa há anos. A cantora sertaneja estaria se sentindo intimidada e até ameaçada pelo ex-empresário devido ao fato dele ser um amante de armas, principalmente pelas suas postagens em redes sociais.

Isso porque Gabriel Ramalho chegou a publicar uma foto onde aparecia segurando uma pistola Glock, onde, na legenda, demonstrava seu amor por armas por meio de um coração.

Segundo o portal Metrópoles, o ex-empresário de Marília Mendonça também tinha o costume de andar armado, o que estaria deixando a cantora sertaneja tensa principalmente após romper o contrato com ele, já que não há informações se ele possuía autorização para o porte de armas.

A relação, que já vinha de desconfiança após ele se tornar detentor de 10% de sua carreira e se envolver em diversos contratos, estremeceu de vez após Marília Mendonça descobrir um rombo milionário em sua conta causado pelo ex-empresário.

Se arrasta na justiça uma verdadeira disputa pela herança da cantora sertaneja Marília Mendonça que morreu há quase um ano em um trágico acidente aéreo no interior de Minas Gerais.
De acordo com publicação feita no portal Metrópoles, Gabriel Ramalho a ajudou no começo da carreira e tinha a plena confiança da cantora para questões financeiras. No entanto, um ano antes de morrer em um trágico acidente de avião, ela descobriu um rombo financeiro causado por ele.

Embora não existam números concretos, estima-se que ela tenha sofrido um prejuízo de cerca de 20% do total do patrimônio por conta dos desvios do empresário. Vale lembrar que, por gratidão a tudo que ele fez por ela nos primeiros anos, Marília deu 10% dos ganhos da carreira a Gabriel, inclusive, ele teria tido 10% de participação no contrato com a Som Livre, gravadora onde ela lançou todos os seus discos.

lytics>
Criador e fundador do Movimento Country. Radialista e Publicitário