Família de José Rico aguarda inventário para construir museu em homenagem ao cantor

0

Parentes do músico ainda aguardam inventário para dar andamento à obra que deverá reunir um museu para contar a história dos cantores e um hotel temático.

.

A informação foi confirmada na última segunda-feira (10) pela assessoria de imprensa dos sertanejos.
Apesar do desejo de construir um museu para eternizar a história da dupla e um hotel, a família de José Rico ainda aguarda o inventário de todos os bens do cantor para conseguir dar andamento ao projeto. A ideia da construção do complexo é da viúva do músico, Berenice Martins, mas os familiares ainda não sabem se o castelo ficará sob responsabilidade dela.
“A família com certeza tem a intenção de construir um museu junto com o hotel, inclusive já temos o nome, vai se chamar José Rico, mas nós não temos certeza se isso irá de fato acontecer porque temos que esperar o inventário para saber com qual parte da família vai ficar o castelo. Se ficar com a Berenice, com certeza daremos andamento ao projeto”, afirmou Rose de Camargo Neves, cunhada de José Rico.
Projeto
Segundo a assessoria de imprensa da dupla, o projeto gráfico de como vai ficar o complexo do hotel e do museu está em fase de elaboração e será finalizado em 30 dias. As obras do imóvel, que começaram há 24 anos, estão paradas desde a morte do cantor e devem ser retomadas depois que a nova planta da obra for definida.
Após a definição do projeto, a família e a produtora do cantor vão procurar empresas ligadas à rede hoteleira que estejam dispostas a implantar o complexo no local. A assessoria de José Rico não deu detalhes sobre o hotel, mas informou que o museu contará com roupas, discos, fotos e objetos pessoais que sempre ficaram guardados com os familiares. A construção não tem prazo para ser finalizada.
Na época da morte do cantor, a Prefeitura de Limeira informou que o \”castelo\” estava irregular porque não recebeu autorização para ser construído e nem obedece a legislação sobre uso do solo. Na segunda-feira (10), o Executivo informou que não sabe a atual situação do imóvel e que está “levantando a situação”.

Deixe uma resposta