Felipe Araújo é acusado de se aproveitar da morte do irmão para conquistar a fama

Felipe Araújo rebate acusações que teria se aproveitado da morte do irmão para conquistar sucesso (Foto: Divulgação)
Felipe Araújo rebate acusações que teria se aproveitado da morte do irmão para conquistar sucesso (Foto: Divulgação)

O cantor sertanejo Felipe Araújo rebateu as acusações que teria se aproveitado de Cristiano Araújo para conquistar a fama e o reconhecimento

Felipe Araújo, irmão do cantor sertanejo Cristiano Araújo, revelou ao podcast “Caras”, que já foi acusado de usar a morte do irmão para fazer sucesso.

Foi bem no comecinho, no final de 2015. Esses momentos me traziam chateação, não era insegurança. Eu sabia que estava fazendo meu trabalho, era algo que eu sempre quis para minha vida. Eu nunca estive me aproveitando de nenhuma situação, só estava tentando buscar o meu sonho de infância. Eu ficava muito triste”, afirmou.

O cantor sertanejo ainda revelou que uma dupla entre os dois nunca foi cogitada. “Eu comecei a cantar sertanejo poucos meses antes do Cristiano lançar seu primeiro DVD que fez sucesso”, contou.
O cantor aproveitou para dizer que tudo aconteceu ao contrário do que as pessoas imaginam, e que sentiu dificuldade em seguir em frente com a carreira após a morte de Cristiano

Leia Também:

Apresentador detona Felipe Araújo e escancara a verdade

(Felipe Araújo | Foto: Reprodução Instagram)
(Felipe Araújo | Foto: Reprodução Instagram)

O cantor sertanejo Felipe Araújo ficou conhecido pelo grande público em 2015, após a trágica morte do seu irmão Cristiano Araújo. Ela já tinha escrito algumas canções que foram gravadas pelo seu irmão, mas estava longe dos holofotes quando tudo aconteceu.

Para quem não lembra, Felipe Araújo gravou seu primeiro DVD em Goiânia dois meses após a morte do seu irmão. Aproveitando da comoção de alguns artistas, garantiu na ocasião a participação de alguns nomes de peso como Jorge e Mateus, Henrique e Juliano e Simone e Simaria.

Na época a produção do evento ficou por conta do seu pai, João Reis, que inclusive convidou a equipe do Movimento Country para acompanhar a gravação do DVD, mas desconvidou logo após as duras críticas feitas por nós em relação ao “oportunismo” da ocasião em promover Felipe às sombras da tragédia que havia comovido o Brasil meses antes.

Mas agora, sete anos após a tragédia, mais uma polêmica veio à tona, desta vez através do podcast Kalilla Cast, apresentado por Roberto Kalilla e pela locutora Patrícia. No episódio que foi ao ar esta semana, o apresentador de TV João Oliveira revelou que Felipe Araújo, proíbe que pessoas falem do seu irmão durante as entrevistas que são realizadas: “Eu fiquei muito triste, ele tem que entender que ele é Felipe Araújo por causa de Cristiano. Se não fosse o Cristiano ir embora exatamente ninguém ia saber quem era ele”, disparou.

De acordo com o apresentador, Felipe exige que não façam comparações ao trabalho do irmão, e sequer gosta que cite o trabalho de Cristiano Araújo nas entrevistas: “Tem coisas na vida que a gente tem que ter gratidão, mas depois que Cristiano partiu rapidamente foram gravar um DVD lá, os caras estavam tão emocionados ainda que, a partir do Cristiano, Henrique e Juliano, Jorge e Mateus que eram dos outros escritórios, foram todo mundo cantar com ele. Falta hoje isso: ele entender que ele é o irmão do Cristiano Araújo”, detonou.

Assista a entrevista:

lytics>
Criador e fundador do Movimento Country. Radialista e Publicitário