Felipe Neto critica cachê de sertanejos após Justiça investigar show de Gusttavo Lima

O influenciador Felipe Neto resolveu se pronunciar com as polêmicas envolvendo cachês de sertanejos pagos com dinheiro público como Zé Neto e Gusttavo Lima

Ontem noticiamos que um show do cantor sertanejo Gusttavo Lima na cidade de São Luiz, em Roraima, está sendo investigado pelo Ministério Público, já que o município tem uma população de 8 mil moradores e vai contratar o show por R$ 800 mil.

De acordo com o site G1, o show deve ocorrer de dezembro, na 24ª edição da vaquejada na cidade. Além de Gusttavo Lima, se apresentam na festa a dupla Cesar Menotti e Fabiano e a cantora Solange Almeida. São Luiz tem um PIB de R$ 147,6 milhões, o segundo mais baixo do estado, ficando atrás apenas de Uiramutã.

Após a notícia circular na internet, o influenciador Felipe Neto resolveu se pronunciar na internet criticando os cachês sertanejos, que ultrapassam a casa do milhão em algumas circunstâncias. Segundo ele, uma investigação geral (como está acontecendo com Gusttavo Lima) seria ruim para os artistas:

“Se o MP [Ministério Público] começar a investigar todo show pago com dinheiro público, acho que vai dar um ruim. E acho que quem motivou isso tudo foi o tal do Zé Neto com aquele ‘não precisamos de Lei Rouanet'”, disparou lembrando os ataques recentes do cantor sertanejo contra Anitta.

Após ser questionado por um jornalista, que afirmou que dificilmente os sertanejos seriam prejudicados com tais investigações, Felipe Neto destacou a hipocrisia e rasgou o verbo: “Mas eu duvido que os artistas tenham responsabilidade, mesmo, jamais disse isso. O lance é só a hipocrisia do “não preciso de lei rouanet”, mas mamar nas tetas de dinheiro público todo dia”, declarou ele.

Felipe Neto debochou de Zé Neto após polêmica com Anitta

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

O cantor sertanejo Zé Neto jogou supostas indiretas para a cantora e ainda mencionou a polêmica tatuagem no ânus feita pela artista.  “Sorriso, Mato Grosso, um dos Estados que sustentou o Brasil durante a pandemia”, diz o cantor no vídeo. “Nós somos artistas que não dependemos de Lei Rouanet, o nosso cachê quem paga é povo, a gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ pra mostrar se a gente tá bem ou não, a gente vem simplesmente aqui e canta. E o Brasil inteiro canta com a gente… Olha aqui, oh, será que tá ruim?”, detonou o cantor.

Irritado, Felipe Neto debochou de Zé Neto no Twitter. “A gente não precisa fazer tatuagem no toba pra mostrar que tá bem. Diz o cara que precisa atacar a colega de profissão pra ser notado. Tinha que ser minion”, postou o youtuber.

O caso repercutiu tanto que muitos internautas se revoltaram com o discurso supostamente machista do sertanejo. “Zé Neto, da duplinha sertaneja lá atacou a Anitta ontem no showzinho pago pela prefeitura com o dinheiro público e ainda teve a audácia de dizer que não precisa fazer tatuagem no toba, sendo q a última vez que ele repercutiu na mídia foi colocado uma banana dentro da cueca”, “Ze neto não precisa de tatuagem no t*** igual a anitta, mas precisa tirar foto com a pic@ minúscula dele marcando para manter o ego de centavos“, dispararam.