Gusttavo Lima é criticado após comentário machista

Neste final de semana, GusttavoLima se apresentou no Festival Villa Mix em Goiânia e se envolveu em uma polêmica após comentário machista

No último domingo, durante sua apresentação no Festival Villa Mix, Gusttavo Lima pediu para que o público levantasse suas bebidas. “Alguém está tomando uma aqui hoje? Quem está tomando uma aqui bota a mãozinha para cima. Quem já tomou uma hoje? Quem está bebendo, bota a garrafa, a latinha”.

Pedindo interação da plateia, Gusttavo não gostou de uma das bebidas. “O que você está bebendo aí, filha? O que está bebendo? Isso é gin? Não, gin é bebida de mulher. Eu quero uma bebida de homem, whisky, pinga, uma cachaca, quem tem?”. 

O comentário viralizou nas redes sociais e o cantor foi bombardeado. “Machista! Ele deveria só cantar, porque é cada piada besta”, disse um internauta. “Quem é ele para definir o que é bebida de homem ou de mulher?”, disparou outra. “Não acredito que em pleno 2019 ele separa entre ‘bebida de homem’ e ‘bebida de mulher’. Patético”, detonou uma internauta.

Gusttavo Lima já se envolveu em outras polêmicas

No ano passado Gusttavo Lima publicou um vídeo em que aparece atirando na Flórida, nos Estados Unidos, e defende que a população brasileira possa se armar. O post aconteceu poucos dias depois de o país americano enfrentar mais um tiroteio em uma escola, justamente na Flórida, que terminou com a morte de dezessete pessoas.

O sertanejo ainda fez outra publicação no Instagram para defender seu ponto de vista. “Não sou a favor de que o cidadão tenha arma para se defender sem nenhum critério, sem nenhum rigor. Eu sou a favor, sim, do porte de armas para pessoas coerentes, para pessoas sem passagens, sem antecedentes criminais, pessoas que querem cuidar de suas famílias, cuidar de seus bens maiores.”

Nas redes, o assunto repercutiu e motivou diversos comentários a favor e contra o cantor. Entre alguns “parabéns”, destinados ao sertanejo por defender o tema, outras opiniões podem ser lidas na discussão online: “E quem seria essas pessoas coerentes? Porque, na hora da raiva, uma arma na mão e algumas cervejas, uma discussão, pode virar uma tragédia. Uma criança curiosa pode muito bem pensar que é um brinquedo, quantas vezes isso já foi noticiado? Cuide de cantar e encantar seus fãs porque você tem dinheiro para blindar seu carro e segurança. Segurança pública é um dever do Estado e não dos artistas que podem pagar pela suas”, escreveu um dos seguidores do cantor no post no Instagram.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.