Início Notícias Sertanejas Gusttavo Lima revela que trocou maconha pela cachaça

Gusttavo Lima revela que trocou maconha pela cachaça

Gusttavo Lima revela que trocou maconha pela cachaça (Foto: Reprodução YouTube)
Gusttavo Lima revela que trocou maconha pela cachaça (Foto: Reprodução YouTube)

Após o cantor sertanejo Gusttavo Lima expulsar fã de show, internautas resgatam fala onde o artista afirma ter usado maconha

Gusttavo Lima começou 2023 se envolvendo em várias polêmicas. Após ter expulsado uma fã durante sua apresentação no réveillon e ter um show com cachê milionário cancelado, internautas recuperam vídeo antigo do cantor onde ele assume que usou maconha.

O cantor que é apoiador do ex-presidente da república Jair Bolsonaro e se posiciona com uma imagem de conservador, revelou durante uma das lives que realizou durante a pandemia que chegou a experimentar maconha e que trocou a droga pela cachaça.

De acordo com o cantor, seu contato com a droga ocorreu em Amsterdam, na Holanda, onde o uso da erva é legalizado. O mineiro contou que acabou se frustrando com o efeito do entorpecente.

Eu dei um trago, passou uns minutos e eu não senti nada. Aí fumei mais. Pensa numa moleza, numa larica? Foi o pior dia da minha vida. Isso foi três horas da tarde e o show era às nove. Quem disse que eu dava conta de tomar banho? Eu fiquei ruim. Minha cabeça a mil. Comi mais de 170 coxinhas antes do show, no camarim‘.

Gusttavo Lima afirmou que achou a droga superestimada. ‘Não sei o que as pessoas acham bom em fumar maconha. Me deu uma depressão tão grande. Foi a primeira e última vez da minha vida. Eu tinha 19 anos de idade. Depois eu engatei na cachaça‘, contou Gusttavo Lima.

Leia Também:

Jair Bolsonaro teria concedido sigilo de 100 anos para cachê pago para Gusttavo Lima

(Gusttavo Lima | Foto: Reprodução Instagram)
(Gusttavo Lima | Foto: Reprodução Instagram)

A amizade íntima com Renan Bolsonaro, filho mais novo do presidente da república rendeu alguns benefícios ao marido de Andressa Suita. No ano passado Gusttavo Lima foi escolhido para ser o garoto propaganda da Mega da Virada que sorteou mais de R$300 milhões no último dia do ano e teve dois ganhadores que levaram mais de R$162 milhões cada um.

Para esta ação, de acordo com o Portal da Transparência do Governo Federal, a Caixa desembolsou mais de R$10 milhões de reais na campanha, no entanto o cachê que o cantor sertanejo recebeu por esta ação, teve o sigilo de 100 anos decretado a pedido do presidente Jair Bolsonaro.

Apoiador convicto do presidente presidente da república ignorou a recomendação de isolamento diversas vezes durante o período da Pandemia, inclusive pressionando os governos para a liberação dos shows, mas calou-se quando o assunto era vacinação.

Pouco antes do final do segundo turno, Gusttavo Lima surgiu ao lado do presidente em Brasília acompanhado de outros sertanejos fazendo um apelo aos seus fãs para que votassem em Bolsonaro. Gusttavo Lima é um dos nomes investigados por cachês superfaturados e sem licitações realizados por prefeituras de diversos estados do Brasil.

lytics>