Gusttavo Lima infringe lei e pode ser multado após andar sem máscara em Guarapari (ES)

O cantor sertanejo Gusttavo Lima foi duramente criticado ao circular na cidade de Guarapari (ES), conversando com fãs e circulando sem máscara

Gustavo Lima se envolveu em uma nova polêmica neste fim de semana na cidade de Guarapari (ES). O cantor sertanejo que recentemente anunciou a venda da mansão onde viveu com Andressa Suita e seus filhos, foi alvo de crítica ao surgir passeando pela cidade e interagindo com moradores sem o uso de máscara.

O cantor sertanejo que já apareceu em momento íntimo com Jair Renan Bolsonaro, o filho número 4 de Bolsonaro, já se manifestou a favor do presidente da república e exigiu a volta dos shows, sem nunca citar a importância da vacinação ou da compra da vacina na ocasião.

A atitude do artista contraria as recomendações do próprio estado do Espírito Santo que não flexibilizou ou dispensou o uso de máscaras em meio ao aumento do número de casos e mortes pela doença.

Leia Também:

Gusttavo Lima está sendo processado por causa da música “Bloqueado”

(Reprodução Twitter)
(Reprodução Twitter)

Para quem não sabe, o pai de Gabriel e Samuel está trabalhando no momento com o single ‘Bloqueado’, que fala sobre um tal número bloqueado, e enfatiza sobre o amor não correspondido. Na letra o ex-marido de Andressa Suita cita uma série de números, que coincidentemente tem dona, e não consegue mais viver em paz depois do lançamento.

9912-5003, olha eu recaindo outra vez. Lembrei que tô bloqueado, é muita raiva misturada com tristeza”, diz Gusttavo Lima em um trecho da canção. A moça em questão alega ter recebido uma série de ligações e mensagens após o lançamento do projeto, visto que os números citados acabam formando seu telefone.

Em entrevista ao G1 a anônima desabafou sobre a situação, e explicou que tentou contatar a equipe do sertanejo antes de realmente lhe processar pelo inconveniente. “São mais de 300 ligações e 2 mil mensagens por dia. Eu não posso trocar de número, trabalho como vendedora e meu número é meu meio de trabalho, tenho este número há muito tempo”, contou.

Apesar do bafafá, o single em questão não cita nenhum DDD, sendo assim, não só este processo pode ser direcionado a Gusttavo Lima pela situação, já que respectivos donos da linha de outros estados também podem se sentirem incomodados com trotes e ligações.

A produção fez pouco caso, como não teve efeito, entrei com a ação, não é justo. Eu liguei na produção a primeira vez e disseram para eu trocar de chip. Porque ele não comprou um chip com um número para música?”, indagou ela.

A profissional ainda explicou que foi recomendada pela equipe do cantor a trocar seu número de telefone, mas não irá seguir a dica, pois, trabalha com um mailing onde é essencial possuir sempre o mesmo contato. “Ele que colocasse o número dele. As pessoas começaram a ser mais agressivas, pediam para eu desbloquear o Gusttavo Lima, começaram a me xingar de oportunista e entrei com ação”.