Início Notícias Sertanejas Após cancelar bloco de carnaval, Gusttavo Lima pode ter outro show cancelado...

Após cancelar bloco de carnaval, Gusttavo Lima pode ter outro show cancelado em meio à polêmica com times de futebol

Gusttavo Lima pode ter show cancelado após polêmica com times de futebol (Foto: Reprodução/Instagram Buteco)
Gusttavo Lima pode ter show cancelado após polêmica com times de futebol (Foto: Reprodução/Instagram Buteco)

Gusttavo Lima pode atrapalhar os planos dos maiores times mineiros após marcar evento em estádio de futebol. O que vai ser cancelado? O show ou a partida?

O cantor sertanejo Gusttavo Lima viu seu nome gerar polêmica na internet nas últimas semanas após precisar cancelar seu bloco de carnaval por fracassar em vendas de abadás. Embora tenha negado a informação de um jornalista, o cantor adiou os planos de ter seu trio elétrico para 2024. Agora, no entanto, ele pode ficar sem realizar outro show grandioso.

Isso porque Gusttavo Lima tem um show do festival “Buteco” marcado no estádio Mineirão para o dia 1º de abril de 2023, mesma data em que acontece o final do Campeonato Mineiro. Caso os times do Cruzeiro ou do Atlético Mineiro cheguem à final do campeonato, o conflito entre o evento do sertanejo e a partida pode gerar polêmica.

Segundo a assessoria de imprensa do Minas Arena, responsável pelo estádio do Mineirão, o show do Gusttavo Lima já foi marcado há mais de um ano. A grandiosidade do evento é tanta que Belo Horizonte costuma ser a sede do festival que mais junta público. Na última edição, o Embaixador reuniu cerca de 60 mil fãs em sua apresentação.

A assessoria ainda disse que nem o Atlético Mineiro e nem o Cruzeiro têm contratos de fidelidade com o estádio, o que não traria problemas caso Gusttavo Lima bloqueasse a data e fizesse a primeira partida da final do campeonato ser marcada em outro estádio.

Dessa forma, desde que descobriu o possível conflito nas agendas, o Mineirão vem tentando mudar a data da partida para que ambos os eventos possam acontecer no local.

Como o conflito de datas tende a ser comum em campeonatos e eventos, resta saber se nesse caso quem cederia seriam os times ou o próprio Gusttavo Lima.

Gusttavo Lima cancelou bloco de carnaval após fracasso de vendas

Gusttavo Lima cai em contradição durante entrevista (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Gusttavo Lima é o maior astro da sua geração. Ostentando o maior cachê da atualidade e com uma agenda de shows concorridíssima, o Embaixador tentou se aventurar pelos blocos de Carnaval de Salvador, onde predomina o axé, mas tudo deu errado.

Para começar, os valores do seu abadá assustaram o público. Enquanto astros consagrados do evento, como Daniela Mercury, cobravam cerca de R$ 600 a R$ 800 pelo trio elétrico, Gusttavo Lima se jogou na ousadia e estava cobrando R$ 2.000 pelo show. Para muitos, o valor astronômico era totalmente absurdo, o que acabou empacando as vendas ainda no início.

Em novembro do ano passado, com as vendas já fracassando, Gusttavo Lima fez uma mega promoção e passou a vender o abadá por R$ 800,00, menos da metade do preço oferecido originalmente, e o resultado mais uma vez não foi satisfatório. O cantor sertanejo, então, ofereceu open bar para seus fãs que comprassem o ingresso para seu trio elétrico, mas sua vontade de desfilar no Carnaval foi fadada ao fracasso.

Gusttavo Lima já vinha enfrentando problemas com o público baiano desde que declarou apoio público a Jair Bolsonaro nas últimas eleições. O cantor sertanejo chegou a ter uma apresentação cancelada no estado, e o apoio maioritário das pessoas por Lula no local pode ter influenciado na diminuição das vendas do sertanejo, já que em um dos seus shows em Salvador o público gritou pelo atual Presidente da República.

Com o fracasso de vendas, Gusttavo Lima resolveu cancelar o seu bloco no Carnaval de Salvador de 2023. De acordo com informações do colunista Lucas Pasin, do UOL, que recebeu uma nota da assessoria do cantor sertanejo, ele precisou adiar o projeto para 2024 por causa de um conflito em sua agenda de shows, que está lotada para os próximos meses.

Segundo a assessoria revelou ao jornalista, o evento já estava suspenso desde o final de novembro devido a este contratempo, além de motivos técnicos, mas a desculpa esfarrapada não colou muito com o público.

Sendo notável a baixa venda de abadás e as inúmeras promoções para induzir seus fãs a comprarem seu trio elétrico, o cancelamento foi justamente pelo fracasso de vendas, afinal de contas, Gusttavo Lima não poderia fazer um show para quase ninguém no principal evento carnavalesco de rua do Brasil. A informação de que o evento foi cancelado pela falta de público é do colunista Kadu Brandão, do iG.

lytics>