Manoel Poladian afirma que ressuscitou Chitãozinho e Xororó: “Não vendiam mais”

Manoel Poladian afirma que ressuscitou Chitãozinho e Xororó:
Manoel Poladian afirma que ressuscitou Chitãozinho e Xororó: "Não vendiam mais" (Foto: Arte EnterHits)

Em entrevista ao podcast EnterHits, o maior empresário do show business Manoel Poladian, declara que ressuscitou a carreira de Chitãozinho e Xororó

Após revelar os bastidores do rompimento do contrato que tinha firmado com Daniela Mercury, o produtor de eventos e empresário musical Manoel Poladian, conhecido por trabalhar com artistas internacionais como Tina Turner, André Rieu e Il Volo, contou, em entrevista exclusiva ao podcast EnterHits, que a carreira de Chitãozinho e Xororó estava em baixa e foi ele quem a ressuscitou.

Sob o comando de Enio Silvério e Reinaldo Barriga, a entrevista com Manoel Poladian tratou de diversas situações que ele viveu enquanto empresário de artistas renomados e produtor de espetáculos de grande porte. Ao ser questionado pelos entrevistadores sobre o período de sua trajetória após empresariar bandas de rock, como o RPM, Poladian relembrou a fase em que os consagrados sertanejos Chitãozinho e Xororó não faziam mais sucesso.

“Antes da Daniela Mercury, depois do rock, um amigo meu chamado Homero Bettio (cantor, compositor e radialista) veio chorando que Chitãozinho e Xororó não vendiam mais, que estavam em baixa. Eu era sempre o ressuscitador porque eu tinha os patrocínios, e o Homero Bettio falou que eu poderia comprar alguns shows do Chitãozinho e Xororó”, contou Poladian.

Sobre sua resposta, Poladian contou: “Eu falei assim, vamos aproveitar que eu tenho o meu laser, vamos começar a fazer no Maracanãzinho, eu vou fazer um acordo com o Legey (Aloysio Legey, ex diretor de musicais da TV Globo), vamos fazer show no Maracanã e eu vou colocar o Legey para dirigir vocês. Fui eu que contratei e dei a guinada deles, que eles não reconhecem, mas é normal. Os sertanejos não reconhecerem é normal”, alfinetou.

“Aí fizemos um trabalho com Chitãozinho e Xororó magnífico, de 40 apresentações. Depois de ressuscitar Chitãozinho e Xororó, eu fiz um trabalho gigante comprando 120 shows do meu amigo Cláudio Lisa (empresário) de um tal de Zezé Di Camargo e Luciano, que estavam começando a dupla e comprei também 140 shows de Leandro e Leonardo”, contou Poladian, relembrando as três duplas sertanejas que vieram a ser enorme sucesso.

Assista ao vídeo completo da entrevista com Manoel Poladian:

 

lytics>
Criador e fundador do Movimento Country. Radialista e Publicitário