Cantor sertanejo aguarda a chegada do segundo filho

0 376

Marcelo Martins, ex integrante da dupla João Lucas e Marcelo, será pai pela segunda vez.

Fernanda Cappellesso e Marcelo Martins aguardam ansiosamente a chegada do primeiro herdeiro, fruto do relacionamento dos dois. A jornalista e o cantor, responsável por diversas composições. Entre elas”Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha”, “Louca Louquinha”  e outras, já têm até o nome decidido.

O pequeno Marcello Augusto está com data marcada para chegar ao mundo no dia 16 de fevereiro. A fim de amenizar a ansiedade o casal fez, na última semana, um ensaio fotográfico. Além disso, a idéia foi eternizar o momento da gestação.

Mas as fotos, assinadas pela fotografa Fernanda Ribeiro, foram realizadas no apartamento decorado do Reserva Parque Areião, em Goiânia.

No clique, a loira surge com um look branco, enquanto o astro aparece bem estiloso, sem economizar sorrisos.

Briga com a enteada

A filha do cantor Marcelo Martins, da dupla sertaneja com João Lucas, acusou a madrasta, de agressão em junho do ano passado.

No entanto, em seu depoimento que ela saiu até na sacada do prédio onde mora para pedir socorros aos vizinhos. Para quem não se lembra, João Lucas e Marcelo se tornaram nacionalmente conhecidos com a música “Eu quero Tchu, Eu quero Tcha”.

Ela conta que ficou desesperada e procurou a ajuda de pessoas mais próximas depois que a esposa de seu pai a agrediu fisicamente e ficou sem saber o que fazer. Ainda segundo a vítima, essas agressões já vêem ocorrendo há mais de um ano e só agora ela tomou coragem de pedir ajuda em um momento de aflição e desespero.

A criança foi morar com o pai quanto ela tinha apenas 9 anos e ele era casado com uma outra mulher. A avó e a tia da criança contam que o cantor proibia qualquer contato da menor com a família materna.

Eles moram no décimo quinto andar de um condomínio. Moradores do prédio ofereceram ajuda para a criança e ficaram em companhia dela até a chegada da polícia e do Conselho Tutelar. As agressões foram denunciadas na Delegacia de Proteção da Criança e Adolescente de Goiânia. No momento, a menina está sob guarda provisória da avó materna em Aparecida de Goiânia.

Deixe uma resposta