Marília Mendonça foi proibida de fazer documentário na Netflix por causa de contrato milionário

Marília Mendonça foi proibida de fazer documentário na Netflix por causa de contrato milionário (Foto: Reprodução YouTube)
Marília Mendonça foi proibida de fazer documentário na Netflix por causa de contrato milionário (Foto: Reprodução YouTube)

A cantora sertaneja Marilia Mendonça morreu sem realizar um dos seus maiores desejos em vida: Protagonizar um documentário que relataria sua trajetória e o empoderamento feminino na música sertaneja

Marília Mendonça foi proibida de fazer o documentário que contaria sua trajetória por causa de um contrato milionário que estava em vigor com a Globoplay que envolvia o lançamento do projeto “Todos os Cantos”, que aconteceria em todas as capitais do Brasil, mas acabou sendo interrompido em função da tragédia que tirou a vida da cantora sertaneja em novembro passado.

O Movimento Country havia adiantado em exclusividade em maio do ano passado que a Netflix, maior plataforma de streaming do mundo, estaria interessada em contar a história e a trajetória da cantora Marília Mendonça. A série contaria todos os detalhes da carreira que projetou a cantora como um dos maiores nomes da música em todos os tempos, e empoderou as mulheres na música sertaneja e fora dela.

O projeto não foi adiante na ocasião, porque a mãe do pequeno Leo, que completou 2 anos de idade em dezembro, tinha um contrato com a Som Livre e a Globoplay para a continuidade do projeto “Todos os Cantos”, que a sertaneja iria se apresentar nas capitais que ainda faltavam participar do projeto.

De acordo com os levantamentos feitos na época, a Netflix teria oferecido R$23 milhões pelo direito de uso da história da cantora. Na ocasião, a assessoria da sertaneja desmentiu a informação, que foi confirmada na última semana pelo ex empresário da cantora Wander Oliveira, que confirmou que a cantora já tinha assinado o contrato para produzir uma série com 10 episódios.

Izabel Teixeira viverá Marília Mendonça nos cinemas

(Marília Mendonça | Foto: Reprodução Instagram)
(Marília Mendonça | Foto: Reprodução Instagram)

Pode não parecer, mas as vidas de Marília Mendonça e Isabel Teixeira, a Maria Bruaca de “Pantanal”, se conectam em vários momentos e sentidos. Sendo ambas artistas feministas que lutam por seus direitos, a história de Marília e Isabel pode voltar a se encontrar nas telas do cinema em um filme sobre a vida da rainha da sofrência. Para quem não sabe, a cantora sertaneja embala a música tema de Bruaca na trilha sonora de Pantanal.

Segundo apurado exclusivamente pelo Movimento Country, que vai de acordo com as informações divulgadas pela coluna Splash do UOL, duas produtoras já demostraram interesse em contar a história de vida fabulosa de Marília Mendonça nos cinemas. Não se sabe a que pé andam essas negociações, mas uma possível protagonista pode ter sido revelada nas entrelinhas.

Essa protagonista seria ninguém menos que Isabel Teixeira, tida pelos internautas como a rainha de “Pantanal”, por causa de suas atuações impecáveis que tem chamado a atenção do Brasil na faixa das 9 da Globo. E qual seria o motivo para tais especulações e burburinhos nos bastidores? Alguns stories que a atriz publicou em seu perfil do Instagram, que está crescendo a cada dia com a popularização na novela.

Em suas redes sociais, recentemente Isabel Teixeira deu algumas pistas que poderia vir a interpretar Marília Mendonça nos cinemas, já que disse em seus stories que estaria estudando a discografia da eterna rainha da sofrência e ouvindo suas músicas para ficar habituada. Além disso, o Movimento Country recebeu a informação de que ela já teria até assistido alguns shows da dupla Maiara e Maraisa, melhores amigas de Marília.

Se tais boatos forem realmente concretizados, teremos a melhor pessoa possível para interpretar Marília Mendonça. Apesar da diferença de idade, que pode ser resolvida com a devida caracterização, as duas se assemelham muito em estrutura corporal, aparência física, jeito de se expressar e outros aspectos, sem falar no carisma ‘de milhões’ que as duas artistas esbanjam.

A artista é considerada uma das maiores do teatro no Brasil e agora finalmente está tendo seu reconhecimento nas telinhas, o que tem lhe rendido uma legião de fãs. Isabel Teixeira é filha do ícone Renato Teixeira, construiu toda sua fama nos teatros pelo Brasil, tendo protagonizado alguns filmes, como “Íris”, e as novelas “Desalma” e “Amor de Mãe”.

Vale ressaltar que o Movimento Country vem, há alguns anos, adiantando que Marília Mendonça teria recebido uma proposta da Netflix para celebrar a sua vida de sucesso com uma produção exclusiva, mas o contrato com a Som Livre e a Globoplay para o projeto “Todos os Cantos” acabava a impedindo de protagonizar o documentário.

Com a sua morte, em novembro de 2021, alguns projetos para homenageá-la finalmente começaram a sair do papel. Recentemente, durante uma entrevista à revista Piauí, Wander Oliveira, ex-empresário da artista, confirmou que Marília Mendonça recebido o convite. Segundo ele, uma série documental póstuma sobre a cantora está sendo produzida pela Netflix em sua homenagem.

Veja alguns momentos incríveis de Marília Mendonça

lytics>
Criador e fundador do Movimento Country. Radialista e Publicitário