Após revelação, Michel Teló sofre com a notícia: Justiça tenta notificá-lo em caso envolvendo Grupo Tradição

A Justiça de Santa Catarina busca incansavelmente notificar o cantor sertanejo Michel Teló em um processo envolvendo o Grupo Tradição, no qual ele era integrante. O cantor sertanejo, maior vencedor da história do The Voice Brasil, está envolvido em um caso judicial antigo com seu ex-grupo, o Tradição. A 2ª Vara Cível da Comarca de Itajaí, em Santa Catarina, enfrenta desafios para localizar e citar o artista, apesar de suas frequentes aparições públicas.

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, o processo envolvendo Michel Teló e o Grupo Tradição segue em aberto, e a Justiça de Santa Catarina vem tentando incessantemente localizar o cantor para notificá-lo sobre a ação. Mesmo com a adoção de métodos modernos como a citação via WhatsApp, a Justiça ainda não obteve sucesso.

Até o momento, o juiz responsável pelo caso emitiu três decisões em diferentes meses de 2023, na tentativa de fazer o processo avançar. Apesar dos pedidos do autor da ação terem sido parcialmente deferidos anteriormente, a dificuldade em citar Michel Teló tem sido um obstáculo significativo para o progresso do caso.

O grupo que move a ação contra Michel Teló enfrenta também desafios financeiros, uma vez que não conseguiu a Justiça Gratuita que havia solicitado. Isso significa que terão de arcar com as despesas dos pedidos de citação para que novas tentativas sejam realizadas. Essa situação acrescenta outra camada de complexidade ao caso, tornando-o uma verdadeira saga judicial.

Grupo Tradição e uma longa disputa judicial

(Grupo Tradição | Foto: Divulgação)
(Grupo Tradição | Foto: Divulgação)

O Grupo Tradição, no qual Michel Teló fazia parte antes da sua carreira solo, enfrenta um longo processo judicial contra a Althaus Transporte LTDA, relacionado a um acidente de trânsito em 2003. Após uma decisão favorável em primeira instância, a segunda instância reverteu o veredito, gerando novos desdobramentos e a tentativa de envolver Michel Teló, ex-membro da banda, no caso.

O Grupo Tradição iniciou uma ação judicial contra a Althaus Transporte LTDA após um acidente na BR-101 em 2003, onde seu veículo foi atingido na parte traseira. A banda pediu uma indenização de R$ 85.104,01, cobrindo danos ao veículo e o aluguel de um substituto. Inicialmente, o juiz Gilberto Gomes de Oliveira julgou a favor do Grupo Tradição, considerando o pedido procedente.

No entanto, em 2020, desembargadores da comarca reformularam a decisão, considerando o pedido do Grupo Tradição improcedente. Com a ação de cumprimento da sentença se arrastando por dois anos e o valor da dívida atualizado para R$ 40.937,03, a situação tornou-se mais complicada para o grupo.

Diante da dificuldade em encontrar bens da pessoa jurídica do Grupo Tradição para quitar a dívida, o representante da Althaus Transporte alegou não ter encontrado o mínimo interesse da parte executada em resolver o conflito. Assim, surgiu o pedido de desconstituição da pessoa jurídica e a inclusão de Michel Teló, ex-integrante do grupo, como executado no processo.

A justiça tenta agora notificar Michel Teló sobre o desenrolar do caso. O cantor, que se destacou em sua carreira solo e em programas de televisão, sofre com a notícia, pois tem sua vida pública invadida pela exposição deste momento íntimo e complicado. Essa revelação chocante expõe a verdade sobre um capítulo que Teló talvez preferisse manter no passado.

O processo judicial envolvendo Michel Teló e o Grupo Tradição segue sem resolução, com a justiça encontrando dificuldades para prosseguir devido à impossibilidade de notificar o cantor. A saga continua, com novas tentativas e desdobramentos possíveis nos próximos meses, mantendo o público e os fãs do artista atentos aos próximos passos desta história.

Share.