Morte de cantor sertanejo suspeito de overdose de cocaína: mistério e incertezas assombram a história

Um jovem cantor sertanejo, que completaria 30 anos, foi encontrado com sangramentos e há suspeitas de overdose, mas até hoje mistério não foi solucionado

Em um acontecimento devastador para o mundo da música sertaneja, um cantor sertanejo que estava despontando como uma grande promessa foi encontrado morto em seu carro, em Belo Horizonte, no dia do seu aniversário. As suspeitas indicam que ele poderia ter sofrido uma overdose.

Receba as últimas notícias sobre a música sertaneja em nosso canal do WhatsApp

Essa história chocante aconteceu em no dia 27 de setembro de 2021 e o cantor sertanejo em questão era Giovanne Salles. No entanto, quase 2 anos do ocorrido, os fãs ainda não sabem o que aconteceu com o artista naquela fatídica noite.

Na época, o g1 informou que testemunhas que passavam pelo local notaram que o cantor, que estava no banco do motorista, parecia não estar respirando e apresentava sangramentos no nariz e na boca. O veículo estava estacionado entre a Avenida Amazonas e a Rua Maria Magdalena Camargos, em BH.

A polícia, ao investigar a cena, encontrou três pinos de cocaína em um dos sapatos de Giovanne, levantando suspeitas de que a causa da morte possa ter sido uma overdose.

PATROCINADO

Familiares, ainda em choque, confirmaram que o cantor havia participado de um evento algumas horas antes de sua morte. O sertanejo deixou uma esposa e um filho de um ano e meio na época. A razão pela qual ele estava naquela região específica permanece um mistério.

Mistério permeia a morte do cantor sertanejo

O cantor sertanejo Giovanne Salles (Foto: Reprodução/Internet)
O cantor sertanejo Giovanne Salles (Foto: Reprodução/Internet)

Na época, a polícia e o IML anunciaram a investigação sobre a morte do cantor sertanejo Giovanne Salles. Após encontrarem os pinos de cocaína no sapato do rapaz, a principal suspeita passou a ser a de que ele teria sofrido uma overdose da droga.

No entanto, um laudo efetivo nunca foi divulgado pela sua família e os fãs, até hoje, desconhecem as circunstâncias da morte do cantor sertanejo, que fazia shows por Minas Gerais e estava começando a gravar seus próprios projetos, atraindo mais fãs.

No perfil do Instagram do artista, agora em desuso, sua família só publicou uma nota anunciando sua morte, e nenhuma outra explicação jamais foi dada.

 

A carreira de Giovanne Salles

Giovanne Salles, apesar de não ser amplamente conhecido no cenário nacional, tinha uma carreira promissora. Em 2018, lançou um EP intitulado “GS”, que incluía faixas como “Escravo do passado” e “De nós dois não sobrou nada”. Suas letras, muitas vezes emocionais, refletiam sentimentos profundos, como evidenciado em “Escravo do Passado”.

No mundo digital, Giovanne tinha uma presença modesta, com 322 inscritos em seu canal no YouTube e quase 17 mil visualizações em seus clipes. No Instagram, compartilhava momentos tocando e fotos com seu filho. Seu último post, de janeiro daquele ano, mostrava-o cantando “Meu Disfarce”, um hit da dupla Bruno e Marrone.