Motivo da morte de cantor sertanejo é revelado pela polícia e choca familiares

Cantor sertanejo Igor Moreira é morto com 15 tiros em Manaus (Foto: Reprodução Instagram)
Cantor sertanejo Igor Moreira é morto com 15 tiros em Manaus (Foto: Reprodução Instagram)

A morte do cantor sertanejo Igor Moreira com mais de 20 tiros em Manaus chocou o público e polícia revela finalmente o motivo da morte do artista

O delegado Daniel Antony, que investiga a morte do cantor sertanejo Igor Moreira, afirma que o artista foi assassinado por engano. Moreira tinha 29 anos e foi atingido por pelo menos 20 tiros no dia 4 de janeiro em Manaus (AM).

Segundo Antony, que é da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), os criminosos estavam atrás de um desafeto que faz parte de um grupo criminoso rival e confundiram o alvo com Igor pelo fato de ele estar em um veículo com características semelhantes ao da pessoa procurada.

Dois indivíduos já foram presos por, segundo a Polícia Civil, terem participado do crime: Wala Lourenço Ferreira, 29 anos, conhecido como “BH”, e Gabriel Mendes Ferreira, 21, o “Dedinho”.
Outros dois suspeitos ainda são procurados: Jânio Pacheco de Sales, conhecido como “Pica Pau”, e Patrick de Lima Batista, o “PK”.

No momento da ação criminosa, Wala foi o motorista do veículo que deu fuga ao grupo, ‘Dedinho’ e Patrick de Lima Batista, chamado de ‘PK’, foram os executores; e Jânio Pacheco de Sales, conhecido como ‘Pica Pau’, o mandante”, afirmou o delegado.

Leia Também:

Familiares ficaram abalados com a morte de Igor Moreira

Igor Moreira, cantor sertanejo de 29 anos, foi morto com pelo menos 15 tiros na frente de sua noiva, nesta quinta-feira (5), no bairro Colônia Santo Antônio, em Manaus, capital do Amazonas. Pelas redes sociais, a noiva do artista negou que ele teria envolvimento com tráfico de drogas ou que estivesse devendo dinheiro para algum agiota.

Testemunhas informaram à polícia que a vítima estava chegando em casa, junto com a esposa, quando foi abordada por suspeitos que estavam em um carro branco.

De acordo com o depoimento da esposa à polícia, após a abordagem, o criminoso seguiu o sertanejo até a casa exigindo uma bolsa e uma arma, mas que a vítima disse que não sabia do que se tratava. Com a resposta, recebeu cerca de 20 disparos, segundo a polícia.

Questionado, o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ricardo Cunha, disse que a investigação sobre o caso está em andamento. Ele também afirmou que equipes foram ao local de crime e trabalham com diferentes linhas investigativas, mas não deu detalhes.

lytics>
Criador e fundador do Movimento Country. Radialista e Publicitário