Motorista de Cristiano Araújo presta depoimento nesta terça-feira

0

Advogado de Ronaldo Miranda afirma que denunciado está tranquilo e crê na absolvição. Sertanejo e namorada, Allana Moraes, morreram após acidente de carro, em junho de 2015.

O ex-motorista do cantor Cristiano Araújo, vai prestar depoimento na 2° vara criminal de Morrinhos na tarde de terça-feira (4). Ronaldo Miranda vai ser ouvido durante a audiência de instrução, pela juíza Patrícia Macha Carrijo. De acordo com o Tribual de Justiça (TJ). Ronaldo foi denunciado por duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, pela morte do sertanejo e da namorada dele, Allana Moraes, de 19 anos.

Como não está em segredo de justiça, a audiência vai ser aberta para todos que tiverem interesse em acompanhar.

Após o fim do depoimento, com vistas para a defesa das partes envolvidas e, caso não apresentem recurso, o procedimento retorna ao Fórum, para que seja dada a sentença final.

O prazo para a defesa apresentar recursos é de cindo dias.

ACIDENTE:

Cristiano e Allana morreram após acidente de carro na BR-153, em Morrinhos, quando voltavam para Goiânia de um show em Itumbiara, no sul goiano, na madrugada do dia 24 de junho de 2015. Além do casal e do motorista, Ronaldo Miranda, o empresário Victor Leonardo também estava no veículo. Os dois últimos ficaram feridos, mas deixaram o hospital dias depois.

Ronaldo Miranda perdeu o controle do veículo, uma Range Rover, por volta das 3h10 daquela madrugada, 21 minutos após fazer uma parada em um posto de combustíveis. O carro saiu da pista e capotou.

O casal viajava no banco traseiro. Allana morreu no local. Já o cantor foi socorrido e levado para o Hospital Municipal de Morrinhos. Depois, o transferiram em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel até Goiânia. Assim que chegou à capital, ele foi levado em um helicóptero ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Apesar dos esforços para socorrê-lo, Cristiano não resistiu aos ferimentos.

Deixe uma resposta