O melancólico fim do “Cabaré”: polêmicas e brigas marcam o projeto

Cabaré“, agora sob autoria de Leonardo e Bruno e Marrone, chegará ao fim após uma série de polêmicas envolvendo Eduardo Costa

Tudo sobre o fim do “Cabaré”

O “Cabaré, projeto musical que une grandes nomes da música sertaneja, teve sua origem em uma ideia ousada de Eduardo Costa no ano de 2012. A proposta inicial era a gravação de um DVD em um bordel, um conceito surpreendente para a época. Nesse momento, Eduardo Costa convidou Leonardo para participar do projeto inusitado.

Receba as últimas notícias sobre a música sertaneja em nosso canal do WhatsApp

Embora tenha estranhado a proposta, Leonardo viu nela uma oportunidade de revitalizar sua carreira que, naquele momento, estava em um período de declínio. O projeto, no entanto, foi inicialmente negado pela gravadora de ambos, que tinha receio da repercussão da ideia. Assim, o projeto foi engavetado, mas nunca esquecido por Eduardo Costa.

Dois anos depois, em 2014, Eduardo Costa e Leonardo passaram a trabalhar na mesma gravadora, o que reacendeu a ideia do “Cabaré”. Após insistência, a Sony Music, por meio de seu presidente, Paulo Junqueiro, resolveu dar uma chance ao projeto, desde que fosse reformulado para se tornar mais comercial e menos escandaloso.

Assim, o projeto ganhou forma e se transformou em um dos mais promissores da música sertaneja naquele momento. A ideia original foi reformulada, e o “Cabaré” deixou de ser apenas um conceito peculiar para se tornar um espetáculo musical que marcaria a história do gênero.

Lançamentos e sucesso de vendas: A ascensão do “Cabaré”

"Cabaré" fez grande sucesso com Leonardo e Eduardo Costa (Foto: Reprodução/Internet)
“Cabaré” fez grande sucesso com Leonardo e Eduardo Costa (Foto: Reprodução/Internet)

No dia 10 de setembro de 2014, a história do “Cabaré” começou a ser trilhada com a gravação do primeiro DVD da dupla Eduardo Costa e Leonardo. O cenário escolhido foi o “Estúdios Quanta”, em São Paulo, e a atmosfera lembrava um bordel de luxo, com mesas temáticas, bebidas e dançarinas. A gravação resultou em um espetáculo que surpreendeu o público.

O lançamento oficial do DVD ocorreu em novembro daquele ano e foi um sucesso retumbante, consequência de um projeto bem organizado e de uma parceria que se mostrou muito promissora. A turnê que se seguiu quebrou recordes de público e venda de ingressos, impulsionando as carreiras de Eduardo Costa e Leonardo, que estavam enfrentando desafios no cenário musical. Os cachês dos artistas dispararam, e o público passou a preferi-los como uma dupla, em vez de artistas solo.

Dois anos após a primeira gravação, em 2016, foi lançado o segundo DVD do projeto, intitulado “Cabaré Night Club“. Esse segundo projeto manteve a sofisticação e recebeu investimentos pesados da gravadora, consolidando a parceria entre Eduardo Costa e Leonardo como uma das mais icônicas da música sertaneja.

Os bastidores: contrastes e controvérsias

Bastidores do projeto entre Leonardo e Eduardo Costa exalavam polêmicas (Foto: Reprodução/Internet)
Bastidores do projeto entre Leonardo e Eduardo Costa exalavam polêmicas (Foto: Reprodução/Internet)

Apesar do sucesso nos palcos, nos bastidores a realidade era diferente. Surgiram relatos de que Eduardo Costa maltratava sua equipe e pessoas ligadas aos bastidores, enquanto Leonardo era conhecido por sua simpatia e atenção. Essa disparidade levou a uma pausa temporária no projeto em 2019, indicando que nem tudo estava perfeito nos bastidores dessa parceria musical.

A pandemia de 2020 trouxe desafios inesperados para a indústria da música, com o cancelamento de shows e eventos. No entanto, impulsionados pelo pioneirismo de Gusttavo Lima, as lives sertanejas ganharam popularidade como alternativa para manter o contato com os fãs. Nesse contexto, o “Cabaré” também foi pressionado a realizar um show online.

Eduardo Costa e Leonardo concordaram em subir juntos no palco virtual para proporcionar alegria e irreverência, características marcantes do projeto, mas acabaram gerando revolta no público devido aos grandes escândalos protagonizados naquela ocasião.

A segunda fase do “Cabaré”: continuidade e polêmicas

Bruno e Marrone assumiram o projeto com Leonardo (Foto: Reprodução/Internet)
Bruno e Marrone assumiram o projeto com Leonardo (Foto: Reprodução/Internet)

Após a saída de Eduardo Costa, Bruno e Marrone assumiram a continuidade do projeto “Cabaré”. Essa transição, no entanto, não ocorreu sem controvérsias. Bruno, membro da dupla, se envolveu em polêmicas, incluindo episódios de humilhação a seu parceiro Marrone e declarações polêmicas.

Apesar dessas controvérsias, o projeto “Cabaré” continuou a ser um grande sucesso. Foi expandido para diversas formas, incluindo edições em cachaça, cerveja e até um cruzeiro temático. Além disso, o “Cabaré” virou um festival sertanejo, consolidando sua posição como um dos projetos mais marcantes da música sertaneja.

O fim melancólico do “Cabaré”: rumores e polêmicas

"Cabaré" chegará ao fim após polêmicas (Foto: Reprodução/Instagram)
“Cabaré” chegará ao fim após polêmicas (Foto: Reprodução/Instagram)

No entanto, nos bastidores, o “Cabaré” enfrentava desafios e polêmicas. As controvérsias envolvendo Bruno e outras questões levaram a uma análise crítica da continuidade do projeto. Algumas fontes indicaram que Leonardo decidiu encerrar o projeto devido às constantes polêmicas e ao desejo de dar um novo rumo à sua carreira.

Atualmente, o futuro do “Cabaré” é incerto. O assunto foi comentado com maestria pelo especialista Hedmilton Rodrigues no seu blog pessoal. Rumores sugerem que Leonardo deseja concentrar-se em novos projetos, incluindo a realização de turnês ao lado de seus filhos e a concretização do filme “Não Aprendi Dizer Adeus“. Se o “Cabaré” realmente chegar ao fim, será um encerramento melancólico para um dos maiores projetos da música sertaneja.