Início Notícias Sertanejas Quem pode ocupar o lugar de Marília Mendonça na música sertaneja em...

Quem pode ocupar o lugar de Marília Mendonça na música sertaneja em 2023?

Quem será a substituta de Marília Mendonça em 2023? (Foto: Reprodução/Internet)
Quem será a substituta de Marília Mendonça em 2023? (Foto: Reprodução/Internet)

Mesmo insubstituível, Marília Mendonça deixou um rombo na música sertaneja, e alguns nomes do feminejo começam a se destacar

Desde o dia em que Marília Mendonça nos deixou, em novembro de 2021, várias matérias tem sido publicadas sobre sua vida, seus amores, o luto da família, o filho que vai crescer sem a mãe e, claro, sobre quem será sua sucessora e irá ocupar o lugar no topo da música sertaneja. Mesmo que Marília jamais seja esquecida, sua saída de cena abre caminho para novas cantoras alçarem um posto de maior sucesso.

Desde que o feminejo passou a ganhar espaço no concorrido cenário sertanejo, muitas cantoras e duplas formadas por mulheres têm se destacado. Com a morte de Marília, o que todo mundo quer saber é quem será a nova Rainha da Sofrência, e passará a ocupar o seu lugar na música e nos corações das pessoas. As principais candidatas têm a força nos vocais e a afinidade com o repertório de Marília.

As herdeiras mais óbvias são Maiara e Maraisa, amigas pessoais de Marília Mendonça e suas parceiras no bem sucedido projeto Patroas. Juntas, já lançaram canções excelentes, como a recente “Todo Mundo Menos Você“. A carreira solo da dupla também coleciona êxitos, e as gêmeas viram a procura por shows aumentar ainda mais em função do falecimento da amiga, aliado ao contexto de retomada do setor cultural.

Além delas, Lauana Prado tem conseguido se destacar no meio e feito trabalhos de boa qualidade, como o último álbum “Natural”, lançado no segundo semestre de 2021. A cantora já foi, inclusive, indicada ao Grammy Latino pelo trabalho anterior, intitulado “Livre”.

Ainda no âmbito das artistas solo, pode-se citar Yasmin Santos, dona de uma voz muito parecida com a de Marília Mendonça, a sul-mato-grossense Mariana Fagundes e a já conhecida Naiara Azevedo, que busca um novo hit de peso depois do estouro de “50 Reais”. Aqui, também vale a pena citar Simone Mendes. Após sua separação de Simaria, a cantora sertaneja tem ocupado papel de grande destaque na música sertaneja e levantado multidões para seus shows.

E vamos citar as novatas que estão dando o que falar? Ana Castela estourou com “Pipoco” e tem se colocado entre os principais nomes da música sertaneja na atualidade com sucesso e muito carisma, apesar das polêmicas já começarem a surgir em seu nome. A hitmaker Mari Fernandez não fica atrás, já que tem emplacado um hit atrás do outro. Sua última canção com Gustavo Mioto passou mais de 30 dias em primeiro lugar no Spotify.

Em se tratando das duplas femininas, destaque para as gêmeas Júlia e Rafaela, as mais jovens dessa lista, com apenas 20 anos, mas cuja voz poderosa as ajuda a se sobressair em meio às concorrentes. Unem-se a elas Day e Lara, que são responsáveis por muitos sucessos do gênero antes de começarem as apresentações próprias, uma vez que já compuseram para Lucas Lucco, Wesley Safadão e Gusttavo Lima, entre outros artistas consagrados.

Quem será a possível substituta de Marília Mendonça na música sertaneja em 2023?

lytics>