Chrystian morre aos 67 anos sem tealizar último desejo e verdade sobre fim da dupla vem à tona

O cantor sertanejo Chrystian, famoso por sua parceria na dupla com Ralf, faleceu nesta quarta-feira, 19 de junho, aos 67 anos. Chrystian sofreu um mal súbito em sua residência em Mairiporã e, mesmo sendo transferido às pressas para o Hospital Samaritano, em São Paulo, não resistiu às complicações renais e cardíacas. Sua morte deixou um vazio no mundo da música sertaneja e trouxe à tona detalhes sobre o fim da dupla que marcou gerações.

Complicações de Saúde e Internação

Na manhã desta quarta-feira, a Polícia Militar atendeu a um chamado de emergência após Chrystian passar mal em casa. O cantor foi levado de ambulância para o hospital, onde ficou internado em estado grave. A causa exata da morte não foi divulgada pela equipe do artista, mas sabe-se que Chrystian enfrentava sérios problemas de saúde há meses, estando na fila para um transplante de rim.

Em fevereiro deste ano, Chrystian foi internado no Hospital do Rim, da Fundação Oswaldo Ramos, para exames pré-operatórios. Ele foi diagnosticado com rim policístico e estava programado para receber um rim de sua esposa, Key Vieira. Contudo, a cirurgia foi adiada devido à necessidade de um cateterismo e ao uso de medicamentos anticoagulantes que impediam a realização do procedimento cirúrgico.

O Último Desejo Inacabado de Chrystian

Chrystian morreu sem realizar seu último desejo: encerrar sua carreira com a “Turnê 60 Anos de Estrada”. Este projeto ambicioso pretendia passar pelas principais capitais do Brasil, permitindo ao cantor despedir-se dos fãs e encerrar sua trajetória na música com o sentimento de dever cumprido. A turnê de despedida era um sonho antigo de Chrystian, que desejava celebrar seus 60 anos dedicados à música sertaneja junto ao público que o acompanhou ao longo de sua brilhante carreira.

Revelado o Motivo da Separação da Dupla Chrystian e Ralf

(Chrystian e Ralf | Foto: Divulgação)
(Chrystian e Ralf | Foto: Divulgação)

Desde o fim da dupla em novembro de 2021, muito se especulou sobre o real motivo da separação de Chrystian e Ralf. Em uma conversa informal no ano passado, Ralf revelou com exclusividade ao colunista Hedmilton Rodrigues, do Movimento Country, a verdadeira razão do término da parceria.

Ao ser perguntado sobre possíveis rumores de briga e desentendimento entre os irmãos, Ralf abriu o coração: “Nós resolvemos dar um tempo na dupla porque estávamos entrando em atrito. Cada um de nós queria fazer algo diferente, e juntos, muitas vezes, não conseguíamos realizar o que queríamos. Não brigamos em nenhum momento, amo meu irmão, e o real motivo do fim da dupla é que chegou a hora de cada um fazer aquilo que acredita.”

Carreira e Legado

José Pereira da Silva Neto, conhecido artisticamente como Chrystian, nasceu em Goiânia e iniciou sua carreira musical ainda criança, se apresentando em clubes da cidade. Na adolescência, mudou-se para São Paulo, onde nos anos 1970, gravou canções em inglês que fizeram parte das trilhas sonoras de novelas da Globo, como “Don’t Say Goodbye” (1973) e “You’re So Tender” (1976).

Em 1981, formou a dupla Chrystian & Ralf, que se tornou um dos maiores ícones da música sertaneja. A dupla anunciou o fim da parceria em 2021, mas Chrystian negou que o término fosse devido a uma briga com o irmão, afirmando que seguiria carreira solo. Canções da dupla se tornaram temas de novelas, como “Saudade” (1988) em “Pacto de Sangue” (1989), e “Mia Gioconda”, gravada com Agnaldo Rayol, em “Rei do Gado” (1996).

Homenagens e Reações

Ralf, irmão e parceiro de longa data, lamentou profundamente a morte de Chrystian em uma publicação no Instagram. “Fizemos sempre o nosso melhor. Diante dos nossos compromissos, infelizmente não conseguimos nos despedir. Mas tenho certeza que nosso pai te encaminhará na luz junto ao senhor Jesus”, escreveu.

Em nota, a família exaltou os 60 anos de dedicação do cantor à música sertaneja. “Sua voz inconfundível e sua paixão pela música trouxeram alegria e emoção aos fãs em todo o Brasil. Ao longo de sua trajetória, Chrystian esteve sempre na estrada, compartilhando seu talento e carisma em incontáveis shows, onde conquistou e encantou gerações de admiradores.”

A nota continuou: “Neste momento de profunda dor, encontramos consolo nas memórias dos momentos felizes e nas canções que ele nos deixou. Agradecemos de coração todo o apoio, carinho e respeito que recebemos dos fãs, amigos e colegas de profissão. Chrystian viverá para sempre em nossos corações e através de sua música, que continuará a inspirar e emocionar a todos.”

Um Futuro Interrompido

Chrystian estava prestes a realizar um transplante de rim em outubro, uma cirurgia que foi adiada devido a complicações de saúde. Apesar das dificuldades, o cantor sempre manteve uma atitude positiva, encontrando conforto na música e no apoio de sua família e fãs.

O legado de Chrystian na música sertaneja é indiscutível. Sua voz única e talento para emocionar o público continuarão a ser lembrados por gerações. Mesmo sem realizar seu último desejo de uma turnê de despedida, Chrystian deixou uma marca indelével na história da música brasileira, e suas canções continuarão a tocar os corações de muitos.

Share.