Sérgio Reis relembra convite para participar da primeira versão de Pantanal

Com a estreia do remake da novela “Pantanal”, Sérgio Reis relembrou o convite para participar da primeira versão em 1991 que foi exibida pela extinta TV Manchete

remake da novela “Pantanal” vem sendo muito comentado desde seu anúncio pela TV Globo. Com a estreia prevista para hoje às 21:00h, quem assistiu a primeira versão, poderá contemplar a beleza do bioma brasileiro e recordar da história de amor entre Jove e Juma.

Sérgio Reis, falou ao Movimento Country sobre os bastidores da novela dos anos 90 em que ele interpretou o personagem Tibério e contracenou em grande parte com Almir Sater.

dupla foi muito beneficiada pela participação e fechou uma parceria que agradou os fãs do sertanejo raiz na vida real. Com a trama voltando às telinhas com o roteiro feito pelo neto do autor original, Benedito Ruy Barbosa, Bruno Luperi, comentários de Sérgio Reis afirmando já ter lutado com jacarés e surpreendeu:

“Não teve estúdio, nada. Muito pouca coisa em estúdio. Passamos um ano lá dentro (do Pantanal) com jacarés querendo pegar a Juma e eu meti o pé na cabeça dele, é a realidade, não brincadeira.”, contou o músico sertanejo, que luta contra um câncer.

Segundo ele, todas as cenas foram gravadas em regiões do bioma, diferentemente dos planos atuais da TV Globo, que construiu um estúdio cinematográfico jamais visto para reproduzir detalhes do Pantanal.

emissora já registrou nome de personagens como a de Juma Marruá e a direção selecionou um elenco de dar inveja mas, agora há outras questões que estão sendo barreiras para exibição da novela.

Isso porque, os diretores não querem reproduzir um cenário que vem sendo devastado recentemente devido ao desmatamento e queimadas da região. Sendo assim, o remake de sucesso que procurava por sertanejos que pudessem substituir os papéis de Sérgio Reis e Almir Sater poderá demorar um pouco mais do que o previsto.

Leia Também:

Almir Sater não queria participar de Pantanal

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Sérgio Reisque será homenageado no remake da novela Pantanal por seu papel na trama original da novela, contou detalhes exclusivos da época, que contou com lutas contra cobras e jacarés e um verdadeiro pé de guerra para fazer Almir Sater compor o elenco.

“Pantanal foi ‘A Novela’, porque foi feita lá no local. Não teve estúdio, nada. Muito pouca coisa em estúdio. Passamos um ano lá dentro (do Pantanal) com jacarés querendo pegar a Juma e eu meti o pé na cabeça dele, é a realidade, não brincadeira. Eu quem pegava as cobras que aparecia porque eu vivi 18 anos no Pantanal. A gente trabalhava mas se divertia”, declarou se referindo aos locais de gravação e imprevistos.

O intérprete de “Pinga ni Mim” contou que Almir Sater não queria fazer a novela, mas ele deu um jeitinho de convencê-lo: “O Almir não quis fazer a novela, é bom que o povo saiba disso! Eu falei com o Benedito Ruy Barbosa e indiquei o Almir porque o cara é um baita violeiro, é pantaneiro, sabe tudo lá dentro (…) mas o Almir não queria ir, aí eu liguei pra ele e falei: ‘Você vai viver um ano lá, vai pescar, ganhar e ainda vai beijar umas moças bonitas, o que mais você quer?’ e ele aceitou na hora”, terminou aos risos.

Quem canta a abertura de Pantanal?

O remake da novela Pantanal estreia no próximo dia 28 de março na Globo e até o momento é a produção mais aguardada do ano pelos fãs da teledramaturgia. Com um elenco de peso e histórias inusitadas nos bastidores, muito se questiona sobre a trilha sonora de Pantanal, que o Movimento Country já adiantou detalhes exclusivos da forma com que será distribuída.

Mas afinal de contas, quem canta a música de abertura de Pantanal e qual será a canção? Assim como muitos aspectos da primeira versão da novela foram mantidos nessa nova versão, a música tema também continua a mesma: “Pantanal“, que leva o mesmo nome da trama. Em 1990, quem deu a voz foi a banda Sagrado Coração da Terra.

Na ocasião, o cantor e compositor Marcus Viana escreveu a letra da música especialmente para a novela, mas como ele fazia parte da banda Sagrado Coração da Terra, o conjunto todo foi escolhido para interpretar a abertura de Pantanal, que foi muito bem recebida pelos críticos e pelo público em geral.

E o resultado não teria como ser outro senão o sucesso, já que a banda estava acostumada a aparecer em trilha sonora de novelas famosas da época. Eles fizeram parte de “Que Rei Sou Eu“, da Rede Globo e “Kananga do Japão” da TV Manchete, além de “Pantanal”, também na emissora extinta. Sozinho, Marcus fez a abertura de “O Clone“, da Globo.

Nesse ano, quem assume a música de abertura de Pantanal são Maria Bethânia e Almir Sater, que interpretam o sucesso de Marcus Viana com uma nova roupagem, mas sem perder a aclamação e os vocais sentimentais que carregam a música. Além de interpretar a música, Sater também é um dos atores da novela e pode ganhar outras canções dentro da trilha sonora.

Ainda não se sabe mais detalhes das músicas que deverão compor a trilha sonora de Pantanal, mas certamente grandes artistas sertanejos podem surpreender e dar suas vozes para o remake de uma das novelas mais respeitadas de todos os tempos.