Jornalista revela dívida milionária de sertanejos à Receita Federal

Sertanejos que apoiaram Bolsonaro tem dívida milionária com a Receita Federal (Foto: Folhapress)
Sertanejos que apoiaram Bolsonaro tem dívida milionária com a Receita Federal (Foto: Folhapress)

De acordo com publicação feita pelo jornalista Ricardo Feltrin, músicos sertanejos que apoiam o presidente Jair Bolsonaro devem aproximadamente R$900 milhões à receita federal

A dívida de músicos sertanejos com a Receita Federal ultrapassa R$900 milhões em débitos, pagamentos atrasados e multas de Imposto de Renda a pessoas físicas e jurídicas. Segundo fontes ouvidas pelo jornalista Ricardo Feltrin, o apoio dos artistas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) pode estar ligado a uma promessa futura de “relaxamento” dessas dívidas em até 90%, caso ele se reeleja.

Segundo informações obtidas pelo site de Ricardo Feltrin junto a uma fonte na própria Receita e junto a dois Ministérios Públicos Federais de São Paulo e Ceará, há também investigação sobre empresas que promovem a carreira dos sertanejos. As empresas, em nome de procuradores, agentes, amigos, parentes, empresários e até “laranjas” dos próprios artistas, acumulam dívidas federais.

Os Ministérios Públicos Federais envolvidos nas investigações são de Goiás, São Paulo, Rio, Paraná, Piauí, Minas Gerais, Maranhão, Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Alagoas. As investigações começaram há sete anos.

Gusttavo Lima perdeu milhares de seguidores após declarar apoio à Bolsonaro

(Gusttavo Lima | Foto: Reprodução YouTube)
(Gusttavo Lima | Foto: Reprodução YouTube)

Polêmicas e mais polêmicas movimentaram a música sertaneja em outubro após alguns dos maiores artistas sertanejos do país declararem apoio a Bolsonaro. Entre os artistas que estiveram em um encontro com o atual Presidente da República na última segunda-feira (17), Gusttavo Lima e Leonardo se destacaram, cada um por seus motivos.

Enquanto Leonardo virou alvo de críticas do seu próprio filho, que detonou o cantor sertanejo na internet e foi repreendido por Poliana Rocha, Gusttavo Lima chamou atenção ao dizer que “seria o primeiro a cobrar de Bolsonaro”, se colocando ainda na posição de voz do povo.

Embora o apoio dos sertanejos seja algo previsível até então, muita gente se chateou com a atitude dos astros, que já começa a surtir efeitos negativos nas suas redes sociais. Nas publicações, podemos ver vários comentários negativos, ofensas e até xingamentos partindo de internautas por causa da sua opinião política.

E, obviamente, aqueles que não se identificam tomaram atitudes mais drásticas. Gusttavo Lima, por exemplo, está sofrendo com a rejeição de parte do seu público. O cantor sertanejo já perdeu mais de 200 mil seguidores no Instagram desde a última segunda-feira e o número ainda oscila negativamente, podendo fazer ele cair para a casa dos 43 milhões de fãs na rede social.

Atualmente Gusttavo Lima é o cantor sertanejo mais seguido do Instagram, mas será que após tais polêmicas sua reputação pode estar manchada com os fãs?

lytics>
Criador e fundador do Movimento Country. Radialista e Publicitário