Polícia procura cantor sertanejo que tentou matar sua mulher em São Paulo

O cantor sertanejo conhecido como Carlos Barreto está sendo procurado pela polícia após esfaquear sua mulher em São Paulo

Carlos Barreto é procurado pela polícia após esfaquear a esposa em uma emboscada em ponto de ônibus em São Paulo. O agressor deu pelo menos três facadas na mulher, que esperava o transporte para ir trabalhar.

O ataque foi gravado por câmeras de segurança. A mulher estava no ponto de ônibus, o homem desce de carro com uma faca nas mãos. Mesmo caída, os golpes continuaram, a mulher chega a tentar se defender, mas ainda levou várias facadas.
A mulher foi levada ao hospital e o sertanejo está foragido por tentativa de feminicídio, contra a própria mulher, com quem foi casado por mais de 20 anos.

A filha, que não quis se identificar, contou ao Brasil Urgente como foi o caso. “Eles brigaram, ela dormiu aqui, foi para casa. Quando ela saiu para trabalhar, ele já esperava ela, ele estava decidido no que fazer. Ela levou três facadas”, afirmou.

Quero que minha mãe tenha justiça, que ele pague pelo o que fez“, pediu a filha. A relação sempre foi de muitas brigas, mas ninguém imaginava que o marido tentaria matar a própria esposa. Testemunhas procuradas pelo Brasil Urgente disseram que ela está escondida.

A investigação da polícia descobriu que Carlos Barreto tem histórico de violência doméstica e chegou a tentar comprar uma arma após uma briga em uma festa organizada pelos filhos. Como não conseguiu a arma de fogo, ele optou por atacá-la com uma faca. Se encontrado e condenado, Carlos pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Leia também:

Cantor sertanejo poderá ser indiciado por tentativa de feminicídio

A mulher foi levada ao hospital e o sertanejo está foragido por tentativa de feminicídio, contra a própria mulher, com quem foi casado por mais de 20 anos. A filha, que não quis se identificar, contou ao Brasil Urgente como foi o caso. “Eles brigaram, ela dormiu aqui, foi para casa. Quando ela saiu para trabalhar, ele já esperava ela, ele estava decidido no que fazer. Ela levou três facadas”, afirmou.

“Quero que minha mãe tenha justiça, que ele pague pelo o que fez”, pediu a filha. A relação sempre foi de muitas brigas, mas ninguém imaginava que o marido tentaria matar a própria esposa. Testemunhas procuradas pelo Brasil Urgente disseram que ela está escondida.

A investigação da polícia descobriu que Carlos Barreto tem histórico de violência doméstica e chegou a tentar comprar uma arma após uma briga em uma festa organizada pelos filhos. Como não conseguiu a arma de fogo, ele optou por atacá-la com uma faca. Se encontrado e condenado, Carlos pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.