Apoiadores de Bolsonaro, Mateus e Cristiano usaram mais de R$3,6 milhões na Lei Ruanet

Criadores dos jingles provocativos para engajar os eleitores de Bolsonaro a dupla sertaneja Mateus e Cristiano usaram mais de R$3,6 milhões da Lei Ruanet

Autores da música “Capitão do Povo“, Mateus e Cristiano, conseguiram transformar a música no tema oficial da campanha do candidato a reeleição Jair Bolsonaro

Os irmãos gêmeos Lucas e Mateus Vieira Gomes são de Taquarituba, em São Paulo, e têm 40 anos de idade. 26 deles são destinados a uma carreira musical marcada por altos e baixos.

Eles iniciaram a carreira nos anos 90 com o nome de João Lucas e Mateus e se tornaram conhecidos no quadro Pistolão“, do “Domingão do Faustão” (TV Globo). Jornais da época chegaram a chamá-los de “gêmeos do Faustão”.
No entanto eles foram processados e perderam esse nome porque ele já estava registrado no mercado. Tiveram de fazer uma enquete no próprio programa global para escolher um novo nome: Mateus e Cristiano.

Antes de gravar o jingle de Bolsonaro, a dupla captou R$ 1,9 milhão por meio de duas captações da Lei Rouanet, incentivo à cultura criticado por Bolsonaro e apoiadores. Em 2017, ainda no governo de Michel Temer, foi autorizado o incentivo de R$ 1,7 milhão para a gravação de um DVD, segundo o site Metrópoles.

Em 2020, os irmãos buscaram o incentivo gravar um novo DVD ao vivo. Desta vez, o valor inicial aprovado pela Secretaria da Cultura, na gestão de Bolsonaro, foi de R$ 199 mil. No início deste ano, houve um aumento de R$ 25,2 mil no valor.

Mateus e Cristiano e a parceria com Jair Bolsonaro

Em um momento de baixa na carreira sertaneja, Mateus e Cristiano arriscaram-se em uma música religiosa. E deu certo. A faixa “Maria passa na frente” se tornou sucesso nas vozes de Padre Marcelo Rossi e Gusttavo Lima em 2020.
Contagiados pelo hit religioso, dois anos depois, eles foram chamados para escrever um jingle para a campanha de Bolsonaro. O single “Capitão do Povo”, com ares de sertanejo e música gospel, foi lançado em maio durante uma live do próprio Bolsonaro.

Durante a live, Mateus e Cristiano, estavam Bolsonaro, estavam o empresário Luciano Hang e o ex-ministro Walter Braga Netto, vice na chapa do candidato do PL. O refrão da música traz Bolsonaro como a salvação do povo brasileiro, além de citar o slogan da campanha dele: “Brasil acima de tudo, Deus acima de